Aprender gramática ajuda a falar inglês?

Para obter fluência em inglês para alunos de ESL, estudar gramática pode retardar seu progresso significativamente. A gramática básica é uma necessidade, mas focar na gramática o impedirá de falar inglês fluentemente em um período de tempo razoável. A gramática é mais eficaz para melhorar as habilidades de comunicação e escrita, mas isso só se aplica àqueles que têm uma base sólida na fluência em inglês.

Se você está estudando para um exame ou deseja aprender os detalhes das regras gramaticais, é melhor fazer aula particular com um professor que conheça bem o exame que você precisa prestar. Se este for o seu caso, clique AQUI para conversar com um dos nossos professores sem compromisso.

Um aspecto comum entre as pessoas que aprenderam um novo idioma é que elas aprenderam a falar antes de aprenderem a gramática. Falar é o primeiro passo para qualquer estudante de inglês. Portanto, se você é um novato em inglês, concentre-se em suas habilidades de conversação e compreensão oral antes de estudar gramática. Depois de falar inglês fluentemente, você perceberá como a gramática é muito mais fácil. Mas não funciona ao contrário. Ser fluente em inglês o ajudará com seus estudos de gramática, mas estudar gramática NÃO o ajudará em sua fala.

Portanto, é importante aprender a gramática básica e sabê-la identificá-la te ajudará na sua fala e compreensão oral. Há quatro tópicos gramaticais mais básicos que consiste em 1) sujeito, 2) predicado, 3) verbo e 4) artigo. Este é o mínimo absoluto que você deve saber. Depois de se familiarizar com a conversação, você poderá estudar tópicos gramaticais mais avançados. Por enquanto, reveja e estude os quatro itens descritos abaixo.

O que é um “subject”?

O sujeito em uma frase é “quem” ou “o que” você está falando. Cada frase precisa de um sujeito em inglês. Se você não tem um sujeito, a frase está incorreta e ninguém vai entender do que você está falando.

Em português, ter um sujeito nem sempre é obrigatório, mas em inglês, toda frase precisa ter um sujeito.

Aqui estão alguns exemplos de pequenas frases com o sujeito em negrito.

I am hungry” (Estou com fome)
My brother is very smart” (Meu irmão é muito inteligente)
That computer is very expensive” (Esse computador é muito caro)
We are going to the store now” (Estamos indo para a loja agora)
My sister and I will be waiting here” (Minha irmã e eu estaremos esperando aqui)
The building is very big” (O prédio é muito grande)

“When are they going to eat lunch?” (Quando você vai almoçar?)
“Why are your parents waiting in line?” (Por que eles estão esperando na fila?)
“Who is going to take her to the store?” (Quem vai te levar para a loja?)

O que é um “predicate”?

O predicado em uma frase é a parte que informa à pessoa o que o sujeito é ou o que está fazendo. É uma frase que contém um verbo. O verbo está sempre no predicado.

Abaixo estão alguns exemplos de frases com os predicados em negrito.

“I am hungry
“My brother is very smart
“That computer is very expensive
“We are going to the store now
“The building is very big

Nas frases acima, identificamos o sujeito e o predicado. Nas frases mais básicas, você precisa de um assunto e de uma ação associada a ele. Vamos falar sobre os verbos a fim de entender isso com mais detalhes.

O que é um “verb”?

Um verbo é uma ação, existência ou ocorrência. Nas frases simples que usamos até agora, o verbo está principalmente na forma de existência. Eles são “sou”, “é” e “são”.

Outros tipos de verbos são verbos de ação, como:

Wash (lavar)
Run (correr)
Walk (andar)
Throw (lançar)
Jump (pular)
Dance (dançar)
Laugh (rir)
Learn (aprender)
Teach (ensinar)

Existem muitos verbos de ação, mas eu listei apenas alguns para que você saiba o que estou me referindo. Aqui estão algumas frases para ajudá-lo a entender.

“I need to wash my face” (Eu preciso lavar meu rosto)
“Drinking water helps maintain your skin’s elasticity” (Água potável ajuda a manter a elasticidade da pele
“Mike is laughing” (Mike está rindo)

Observe no segundo exemplo que apesar de “drinking” é referente ao verbo “drink”, nessa frase “drinking water” é o sujeito e o verbo é “helps”.

Um verbo também pode começar no início da frase.

Throw the ball to him” (Jogue a bola para ele)
Run towards the finish line” (Corra em direção à linha de chegada)

O que é um “article”?

Os artigos parecem tão fáceis, mas não é tão simples ensiná-los.

“A” (um/uma), “An” (um/uma) e “The” (o/os/a/as) são todos artigos. É fácil explicar a diferença entre eles, mas é difícil explicar quando são usados.

“A” e “An” têm o mesmo significado. Ambos são artigos indefinidos. Eles só são diferentes dependendo de qual palavra ou som está seguindo. Aqui está uma breve explicação.

Você deve usar “A” quando a palavra seguinte começar com uma consoante.

A dog…”
A boy…”
A building…”
A hamburger…”

Você deve usar “An” quando o seguinte começar com o som de uma vogal.

An eagle…”
An umbrella…”
An elephant…”
An awesome book…”

“The” é um artigo definido. A diferença é se o substantivo ou sujeito sobre o qual você está falando é específico ou não. Abaixo há alguns exemplos a fim de melhor explicar a diferença.

Se você disser: “I am going to a library to study” (Estou indo para uma biblioteca estudar), então a pessoa com quem você está falando não sabe qual biblioteca. Se você disser: “I am going to the library to study”, então a pessoa com quem você está falando sabe a biblioteca específica para a qual você está indo.

“I am going to a bakery” (nenhuma padaria específica)
“I am going to the bakery” (uma padaria específica que tanto o locutor quanto o ouvinte conhecem)

Aqui está um exemplo ligeiramente diferente, mas ainda usando o mesmo conceito de específico ou geral.

“I am going to sit in front of one of the computers in the lab”
“I am going to buy a computer”

Embora o computador no laboratório possa ser um de muitos computadores, o artigo correto é “the” porque ainda é um computador específico que existe no laboratório. No entanto, se você disser “I am going to buy a computer”, não poderá usar “the” a menos que já tenha o computador especificado. A compra de um computador pode ser de qualquer marca, tipo ou tamanho, portanto, é muito geral. Portanto, você deve usar “A” neste tipo de frase.

Aqui está outro tipo de exemplo:

The heat wave is unbearable” (A onda de calor é insuportável)
“I heard a heat wave is coming” (Ouvi dizer que uma onda de calor está chegando)

A diferença entre essas duas frases é que a “onda de calor” é especificada na primeira frase, e não especificada na segunda frase. Na primeira frase, a onda de calor já está presente e tanto o locutor quanto o ouvinte sabem que a onda de calor de que estão falando é a que estão experimentando no momento. A segunda frase se refere a uma futura onda de calor que não é específica.

Quando e quando NÃO usar um artigo

Uma regra comum é que os artigos não são usados ​​para se referir ao nome de algo.

“Turn right at the burger store” (Vire à direita na lanchonete)
“Turn right at McDonalds” (Vire à direita no McDonalds)

The boy was running very fast” (O menino estava correndo muito rápido)
“Mike was running very fast” (Mike estava correndo muito rápido)

Outro exemplo de quando não usar um artigo é quando se refere a coisas gerais na conversa.

“Too much alcohol is bad for you” (Muito álcool é ruim para você)
“Cigarettes can cause lung cancer” (Cigarros podem causar câncer de pulmão)

Quando você se refere a esportes, não precisa também de um artigo.

“I love playing volleyball” (Eu amo jogar voley)
“American Football is a dangerous sport” (Futebol americano é um esporte perigoso)

Na maioria dos casos, você não precisa de um artigo ao se referir a um país, exceto quando o nome se referir a vários países ou regiões. Por exemplo, se você disser “Inglaterra” ou “Escócia”, não precisará de um artigo, mas se estiver se referindo ao “Reino Unido” ou “Estados Unidos”, será necessário um artigo.

Gostou do artigo? Deixe abaixo seu comentário.

E se quiser aprender inglês usando um método diferente e eficiente, agende uma aula experimental gratuita, sem compromisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *