Como usar “ing” e “to” em inglês

Como usar ing e to em inglês

Talvez você já tenha ouvido falar que não podemos traduzir o inglês literalmente por conta das muitas particularidades do idioma, e isso realmente é verdade. O inglês tem muitas regrinhas que simplesmente não tem um motivo evidente, são assim porque são, e por isso, não existe uma explicação. E por isso é que a melhor forma de aprender inglês é através de uma metodologia comunicativa ativa que foca na fala do idioma em contextos reais e sem traduzir demasiadamente.

Mas fique calmo porque estamos aqui para descomplicar esses conceitos e te ajudar a destravar sua fala e incorporar essas individualidades da língua inglesa ao seu repertório.

Hoje vamos falar sobre o uso de verbos + to (infinitivo) ou -ing (gerúndio). 

Você já ficou em dúvida se deveria dizer por exemplo “like to…” ou “like + -ing”, como nas frases: “I like to eat” e “I like eating”? 

Ambas querem dizer “eu gosto de comer”, sem nenhuma diferença em seu sentido. Você está literalmente dizendo a mesma coisa de maneiras distintas.

Vejamos esta outra frase: “You never stop working.”

Sabendo que o “-ing” representa o gerúndio, em português o nosso final “-ando”, “-endo”, “-indo” aos verbos, então a frase “You never stop working” ficaria em português “Você nunca para trabalhando?”

Não faz sentido, não é mesmo? Essa é uma das situações em que não podemos traduzir o inglês ao pé dá letra. 

Essa frase em português ficaria “você nunca para de trabalhar.”

Então por que existem as duas formas? A resposta para essa pergunta é “porque sim”. Fica evidente aqui a importância de se “sentir” o idioma, ouvir atentamente aos padrões da fala e ter a percepção que em muitos casos não há regras específicas que justifiquem o seu uso.

Em inglês, no caso do verbo + -ing, quando em uma frase temos um verbo seguido de outro, alguns desses verbos pedem ou permitem que o verbo seguinte esteja no gerúndio (-ing).

A boa notícia é que a lista de verbos que são seguidos por outros verbos no gerúndio é menor do que a lista de verbos que são seguidos pelo infinitivo, então você pode focar sua atenção nos verbos que pedem o gerúndio, pensando que o restante leva o infinitivo.

O segredo então é observar os padrões e exemplos de verbos que são seguidos pelo gerúndio.

Aqui vai uma lista com os mais comumente usados:

admitHe admitted cheating on the test.
allow Ireland doesn’t allow smoking in bars.
appreciateI appreciated her helping me.
avoidHe avoided talking to her.
begin I began learning Chinese.
considerShe considered moving to New York.
continue He continued talking.
dislikeShe dislikes working after 5 PM.
don’t mindI don’t mind helping you.
enjoyWe enjoy hiking.
finish He finished doing his homework.
forget I forgot giving you my book.
hate I hate cleaning the bathroom.
imagineHe imagines working there one day.
involveThe job involves traveling to Japan once a month.
keepShe kept interrupting me.
like She likes listening to music.
love I love swimming.
mindDo you mind waiting here for a few minutes?
missShe misses living near the beach.
permit California does not permit smoking in restaurants.
prefer He prefers sitting at the back of the movie theater.
quit She quit worrying about the problem.
recommendTony recommended taking the train.
regret She regretted saying that.
remember I remember telling her the address yesterday.
start He started studying harder.
stop She stopped working at 5 o’clock.
suggestThey suggested staying at the hotel.
try Sam tried opening the lock with a paperclip.

Alguns desses verbos permitem que sejam usados tanto o gerúndio quanto o infinitivo sem diferença em seu significado, como no caso dos verbos like, love, dislike, enjoy, hate, start, begin, continue, dentre alguns outros. 

No entanto, existem ainda verbos que permitem o infinitivo ou o gerúndio, porém com sentidos diferentes, portanto atenção quanto a isso, pois você pode estar tentando dizer algo, mas acabar comunicando uma informação totalmente diferente.

Vamos ver aqui três verbos em que isso acontece:

1. Stop

Você consegue perceber a diferença no sentido das frases:

“I stopped talking to Natalia” e “I stopped to talk to Natalia”?  

Aqui temos duas definições bem diferentes uma da outra.

Em “I stopped talking to Natalia” o sentido é de que a pessoa parou definitivamente de falar com a Natalia. Podemos então presumir que elas eram amigas, mas já não são mais.

I stopped talking to Natalia. = Eu parei de falar com a Natalia.

Já em “I stopped to talk to Natalia” o sentido é de que a pessoa parou o que estava fazendo para então ir conversar com a Natalia. 

I stopped to talk to Natalia. = Eu parei para falar com a Natalia.

2. Remember 

Exemplos:

“Remember to call him.”

Essa frase expressa que alguém está dizendo para outra pessoa não se esquecer de algo, no caso, ligar para ele.

Remember to call him. = Lembre-se de ligar para ele.

Agora a frase “I remember meeting him years ago” dá o sentido de ter uma memória daquele momento específico. 

“I remember meeting him years ago” = “Eu me lembro de tê-lo conhecido anos atrás.” (Tenho memória do momento em que nos conhecemos).

3. Try

Na frase “Try to be on time” estamos pedindo para alguém fazer um esforço para conseguir ser pontual. 

“Try to be on time.” = “Tente chegar na hora.”

E em “Try doing yoga” estamos dizendo para alguém fazer um teste, sugerindo uma alternativa para ver se dará certo ou se a pessoa irá gostar dessa opção.

“Try doing yoga” = “Experimente fazer yoga.” 

Ficou claro?

Agora recomendamos que você escute o que puder em inglês, leia, exponha-se ao máximo no idioma, pois essa é a melhor maneira de fixar os padrões estudados aqui e associá-los a contextos da sua realidade. 

Até a próxima!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *